quarta-feira, 17 de outubro de 2012


Experiências com Papel Machê

Ainda não tinha utilizado o papel machê não sabia ao certo como se comportava até que tive uma oportunidade. E como adoro novos desafios não perdi tempo.


Papel machê (palavra originada do francês papier mâché, que significa papel picado, amassado e esmagado) é uma massa feita com papel picado embebido na água, coado e depois misturado com cola e gesso. Com esta massa é possível moldar objetos em diferentes formatos, utilitários ou decorativos.


Tema da festa: O Rei Leão
Desafio: fazer a pedra do reino e a árvore da vida em papel machê

Com as referências do filme em mãos, pensei na estrutura da pedra e da árvore. Para as pedras usei isopor e para a árvore cilindro de papelão, papel torcido, arame para os galhos. 
Depois pensei em fazer a massa de papel machê  mas preferi comprar semi pronta da acrilex onde só acrescentei água, foi muito prático, mas quando for fazer grandes projetos prefira fazer sua própria massa sai bem mais em conta.
Comecei com a pedra onde demorou bastante para secar, mas quando fiz a árvore secou mais rápido, pois adicionei menos água a massa. Esperei a secagem total das peças, só depois de prontos passei para a pintura das peças. Usei tinta acrílica nas cores marrom escuro e camurça para mesclar enquanto pintava.
A copa da árvore usei doze buxinhos artificiais pequenos que amarrei com fio de nylon.



Olha a turminha do Madagascar fazendo uma pontinha no cenário do Rei Leão.


Agora sim! O Rei Leão no seu cenário!

Conclusão

Eu adorei trabalhar e aprender um pouco mais com esse material e o resultado ficou surpreendente. O papel marchê tem uma versatilidade que poucos conhecem e você pode modificar a textura de acordo com o tipo de papel que você usa para fazer a massa. E a melhor parte da brincadeira você está reciclando papel, jornal e outros materiais que podem servir como estrutura.

Aproveite para pesquisar sobre o material e conhecer o lindo e inspirador trabalho de reciclagem de papel da artista Ana Selma Galvão que usa com propriedade o papel marche  e a papietagem em suas obras. 


0 comentários:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...